Dears


Ultimamente tem sido assim. Só preciso de força.

Dear music,

Como é possivel algumas musicas retratarem tão bem o que se está a passar neste momento conosco, e o que eu sinto neste momento:

"When I look into your eyes
It's like watching the night sky
Or a beautiful sunrise
There's so much they hold
And just like them old stars
I see that you've come so far
To be right where you are
How old is your soul?
I won't give up on us
Even if the skies get rough
I'm giving you all my love
I'm still looking up
And when you're needing your space
To do some navigating
I'll be here patiently waiting
To see what you find
Cause even the stars they burn
Some even fall to the earth
We've got a lot to learn
God knows we're worth it
No I won't give up
I don't wanna be someone who walks away so easily
I'm here to stay and make the difference that I can make
Our differences they do a lot to teach us how to use
The tools and gifts we got yeah, we got a lot at stake
And in the end, you're still my friend at least we did intend
For us to work we didn't break, we didn't burn
We had to learn how to bend without the world caving in
I had to learn what I've got, and what I'm not
And who I am
I won't give up on us
Even if the skies get rough
I'm giving you all my love
I'm still looking up
I'm still looking up (...)"

Dear Love,

Estou com muitas saudades tuas. Estou com um aperto no coração de quem quer falar e não pode e do esbordar de saudade que me atormenta. Tenho medo, tenho medo de nunca mais de te ver, nunca mais te tocar, nunca mais partilhar contigo a minha vida. Mesmo ao respirar fundo, este aperto não sai, estás aqui e não queres sair, estás tão presente e tão ausente eu sinto demasiado a tua falta. Já fazias parte de mim e da minha vida. Quero-te de volta!

Dear Love,

Acho que o vou perder para sempre. Mas neste pouco tempo sem falarmos, já me faz sentir imenso a falta dele. A sua companhia, os seus abraços, os seus conselhos, e todos os nossos momentos. Já sinto falta de tudo. Não foi pouco tempo e esquecer tudo de um dia para o outro não dá. Sinto falta da sua presença. Tudo o que construímos até aqui foi imenso e não quero que isto acabe assim. Provavelmente tudo acabará por minha culpa, porque ao quere-lo só para mim só o consegu afastar aos pouquinhos. Eu sei que ele tem razão, mas a mim custa-me tanto tudo isto. Só quero puder voltar a abraça-lo, a estar com ele, a sentir o seu carinho. Eu quero-o de volta.

Dear Love,


Quero mesmo fazer algo especial com ele, acho que estamos a precisar de um ou dois dias inteirinhos só para nós, sem mais nada nem ninguém.

Dear University,

Finalmente! Finalmente tomei uma decisão em relação aquele assunto que tanto me tem atormentado.
  Falei com os meus pais, falei com a minha irmã e falei com muitos amigos meus e o resultado foi: Anular a matricula no curso e universidade em que me encontro neste momento.
Vou voltar a fazer os exames nacionais, e espero para o próximo ano letivo entrar num curso que realmente gosto e na universidade que sempre quis entrar, que é muito perto do sitio onde moro.
Espero que tudo corra bem!

Beijinhos